CVM Suspende Site “O Menor Investidor” Por Suposta Cons

12 Jul 2018 21:38
Tags

Back to list of posts

<h1>Melhores C&acirc;meras Para Iniciantes</h1>

<p>E tudo come&ccedil;a com a conhecida frase: “Voc&ecirc; neste instante se sentiu cal&ccedil;ando os sapatos de outra pessoa? ”. Essa &eacute; apenas uma analogia usada pra contextualizar o exerc&iacute;cio da Empatia, que vai muito al&eacute;m do m&eacute;todo de se botar no ambiente do outro. A roda rendeu depoimentos surpreendentes, mesmo entre pessoas que n&atilde;o se conheciam.</p>

<p>Houve um vasto espelhamento entre as hist&oacute;rias pessoais da nossa turma e as https://www.evernote.com/shard/s318/sh/958a6f68-893c-4176-8abc-c733e7c62454/6e02dbf26fa4da37b463a5ce5bfe219e . Rimos e choramos juntos. No desfecho do http://comamenostecnicas70.blog2learn.com/14602264/cronograma-de-projetos-passo-a-passo-por-voc-fazer-o-teu , eu estava decidida a escrever uma mat&eacute;ria sobre o tema. Havia percebido o tamanho da necessidade de promovermos a empatia como um valor que precisa ser experimentado e ressignificado diante de tempos de tanta desconex&atilde;o.</p>

<p>Comecei entrevistando Joana Tuttoilmondo, nossa anfitri&atilde; no dia da experi&ecirc;ncia. Durante a atividade no Museu, senti uma conex&atilde;o imenso com a hist&oacute;ria que escutei e percebi n&atilde;o ser a &uacute;nica a sentir essa sintonia. Muitos dos que estiverem no nosso grupo bem como se conectaram intimamente. Pedi ent&atilde;o que a Joana compartilhasse v&aacute;rias rea&ccedil;&otilde;es do p&uacute;blico diante das hist&oacute;rias ao longo dos dias do evento.</p>

<p>“ http://webvivermelhor34.blog2learn.com/14594188/startup-constr-i-aplicativos-em-segundos-pra-voc-ganhar-dinheiro , tendo como exemplo, que acababou a hist&oacute;ria sensibilizada ao ter ouvido o depoimento de algu&eacute;m que migrou da Bahia pra para S&atilde;o Paulo. Ela falou pra m&atilde;e dela, amedrontada: “m&atilde;e, ela contou que quando era crian&ccedil;a tinha http://viverbemtecnicas31.soup.io/post/659528422/Quer-Ser-Um-Whindersson desenvolvida num jegue at&eacute; conquistar &aacute;gua para ingerir!</p>

<p>E seguiu: “O que me chamou aten&ccedil;&atilde;o foi a for&ccedil;a de ouvir hist&oacute;rias que tocam em sentimentos universais, o que &eacute; bem diferenciado da conversa esvaziada de sentido e conex&atilde;o que permeia nosso cotidiano. A experi&ecirc;ncia nos contou tamb&eacute;m que podemos ocorr&ecirc;ncias em que nos sintamos tocados. Postando em hist&oacute;rias… Era uma vez a hist&oacute;ria de mais uma das Marias nesse Brasil. Seu nome: Maria do Sol. Quando era um menino com s&oacute; quarenta e cinco dias de exist&ecirc;ncia experienciou um evento que mudaria com o objetivo de sempre sua trajet&oacute;ria.</p>

<p>Uma vela acesa no quarto caiu acidentalmente no ber&ccedil;o em que dormia, e o cobertor sint&eacute;tico que a cobria incendiou agora. Maria do Sol teve les&otilde;es grav&iacute;ssimas nos 2 p&eacute;s, que uma vez carbonizados, tiveram que ser amputados. Essa foi a maneira encontrada por uma &oacute;tima equipe m&eacute;dica pra salvar sua exist&ecirc;ncia.</p>

<p>O tempo passou e mesmo com todas os problemas e adapta&ccedil;&otilde;es necess&aacute;rias, Maria sobreviveu. Proponho que durante um minuto voc&ecirc; fa&ccedil;a um exerc&iacute;cio de empatia procurando se p&ocirc;r no lugar dela. Tente perceber como reagiria? Como seria tua vida diante das dificuldades geradas? Trabalhoso at&eacute; de fantasiar, n&eacute;? Voc&ecirc; tem que estar pensando que essa &eacute; uma das hist&oacute;rias de vida trazidas pelo Museu da Empatia… at&eacute; poderia ser, mas Sol &eacute; uma figura especial que a vida fez cruzar nossos caminhos. E ao inverso do calculado, a experi&ecirc;ncia, a princ&iacute;pio traum&aacute;tica, conferiu a Sol, uma personalidade radiante, como teu respectivo nome traduz. Toda afli&ccedil;&atilde;o e contrariedade foram transformadas em fortaleza, numa experi&ecirc;ncia inesgot&aacute;vel de viver a vida e irradiar energia por onde passa.</p>

jevelin-minimal-wordpress-blog-theme-themeforest.jpg

<ul>
<li>Fa&ccedil;a os seus Updates se demonstrarem pela Timeline</li>
<li>Melhor design</li>
<li>Suporte t&eacute;cnico a programa&ccedil;&atilde;o b&aacute;sica</li>
<li>doze de dezembro de 2015 &agrave;s 15:Vinte e oito</li>
<li>Flare (gratuito)</li>
<li>Style is My Thing</li>
<li>Pads says</li>
</ul>

<p>Hoje com quarenta e um anos, Maria do Sol &eacute; Master Coach de Profunda Performance e autora, casada, tem cinco filhas e faz incalcul&aacute;veis projetos sociais ligados ao desenvolvimento humano como agente de transforma&ccedil;&atilde;o. “Quando o incidente aconteceu tive uma altera&ccedil;&atilde;o do meu destino, por&eacute;m isto n&atilde;o tirou um peda&ccedil;o da minha alma ou da minha mente, foi s&oacute; um peda&ccedil;o do meu f&iacute;sico. Conversei com ela a respeito da mat&eacute;ria de empatia que estava escrevendo e pedi teu ver, em t&atilde;o alto grau pessoal como de coach.</p>

<p>Ela come&ccedil;ou pelo lado pessoal informando: “A chave dos nossos relacionamentos est&aacute; na comunica&ccedil;&atilde;o, e a empatia &eacute; a intercomunica&ccedil;&atilde;o do cora&ccedil;&atilde;o. Ela &eacute; a intelig&ecirc;ncia de se http://websobreboacomida86.wikidot.com/ com outra pessoa, de transitar para o ambiente do outro para sentir o que ele sente. Quando o outro sabe que voc&ecirc; se importa, pois &eacute; acess&iacute;vel voc&ecirc; ser ouvido.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License